Resolvi tomar alguns minutos dos companheiros nesse momento...

Postado em: 06 de Outubro de 2018 por Rotary Club de São José dos Campos-Urupema

Companheiros(as), estamos às vésperas de mais um pleito eleitoral, aliás, um pleito eleitoral imenso, onde teremos na verdade seis eleições:

  1. Deputado Estadual
  2. Deputado Federal
  3. Senador
  4. Senador
  5. Governador
  6. Presidente da República

Eleições que nos farão marcar seis números e 19 algarismos, o que vai até ser complicado para alguns dos eleitores brasileiros, haja vista que, existem muitas pessoas não letradas que votam, além das várias outras com as mais diversas dificuldades físicas e funcionais. Mas, não é disso que quero falar...

O momento é de grande ansiedade, de civilidade, de expectativa, de reflexão e sobretudo de esperança em dias melhores para o Brasil e para a nação brasileira, que vem sendo estuprada historicamente pela classe política nacional, infeliz e lamentavelmente! É bom que se diga que isto ocorre por culpa exclusiva nossa, da população brasileira, que costumeiramente escolhe mal os seus representantes.

Se fizermos uma análise histórica do país nos seus 129 anos de república e nos últimos 33 anos de reabertura política, certamente ficará claro que o país vive o pior momento da sua história republicana. Por outro lado, é claro que o Brasil não merece essa situação. A nação brasileira não pode continuar a mercê dessa situação vexatória e incômoda imposta pelos políticos.

Afinal, cabe lembrar que, hoje somos a 9ª economia do planeta, temos a 5ª maior área geográfica e a 5ª maior população do mundo. Somos um país rico em recursos naturais; temos a maior quantidade de água doce líquida da Terra e a maior biodiversidade também. Se não bastasse isso, ainda somos um dos países que mais produz produtos agrícolas e estamos na ponta em vários setores da indústria, da pesquisa científica e tecnológica.

Entretanto, se olharmos por outro lado, veremos que nossa Educação é uma das piores do mundo, nossa Saúde está na UTI, nosso Saneamento não é nem básico. A Segurança Pública inexiste e assim a qualidade de vida naufraga e assume índices irrisórios no cenário internacional.

Se compararmos o Brasil com outros países menores e com muito menos recursos econômicos e naturais, passamos vergonha. Vide o nosso vizinho Uruguai, por exemplo, que aliás, é bom lembrar, já foi Brasil. Efetivamente o nosso problema maior está nas pessoas, nos recursos humanos, e não na economia ou na natureza. Temos um PIB alto, mas um FIB baixo, porque nos faltam exatamente as benesses sociais.

A população brasileira paga os maiores impostos do planeta e não recebe nada ou quase nada, em retorno social, porque os políticos e os administradores públicos, a burocracia, a corrupção e o roubo descarado de alguns fazem todos os recursos econômicos sumir pelo ralo da imoralidade.

CARAMBA! Isso tem que acabar! Até quando continuaremos sendo gado manso dos políticos do Brasil?

O Brasil tem que acabar com essa pecha de país do futuro, temos de ser o país do presente, temos que acreditar muito, que isso é realmente possível. É por conta disso que eu resolvi tomar alguns minutos dos companheiros nesse momento.

Quero solicitar de vocês e peço a Deus que me conduza, para que amanhã (7) e dia 28 próximo, cada um de nós vote e que votemos sério, acreditando na melhora do país, conclamo a todos nessa minha chamada reflexiva, para que nossas mentes e nossos corações estejam confiantes e carregados de energia positiva, pois temos certeza que o Brasil tem jeito e que ele pode, deve e vai ser melhor. Dessa vez nós vamos escolher bem e vamos levar o Brasil ao lugar de destaque que ele merece no cenário internacional. Amanhã começaremos a escrever a “nova história do Brasil”.

Vamos fazer a nossa parte mais uma vez e vamos acreditar que a classe política desse país vai doravante agir de acordo com os padrões de ética que exige o trato com a coisa pública e que o Brasil irá deslanchar a partir dessas eleições. Se não for pegando um foguete, que seja, pelo menos, conduzindo uma carrocinha, mas que siga para frente e que a gente possa voltar a ter orgulho de dizer: “Eu sou Brasileiro”.

Peço que vocês me desculpem pela ousadia, ou talvez, pelo desabafo, mas é porque eu amo esse país e acredito que chegou a hora. O povo brasileiro, ao que parece, está com muita esperança de recolocar a ORDEM e o PROGRESSO na nossa bandeira e nós rotarianos, não podemos ficar fora dessa nobre missão.

Que as eleições sejam boas para todos nós e que sejam muito melhores para o Brasil e maravilhosas para a Nação Brasileira.

Muito obrigado e mais uma vez desculpem-me.

 

Luiz Eduardo Corrêa Lima

RC de São José dos Campos-Urupema

 

Localizar site dos clubes